9. Ciência, cultura e diversidade

9. Ciência, cultura e diversidade

A escola, espaço de ciência e de cultura, deve ser um ambiente de paz, reflexão, investigação científica e criação cultural.

Para garantir o desenvolvimento integral das pessoas é necessário respeitá-las em suas diversidades, quais sejam: socioeconômica, etária, étnico-racial, de gênero, de local de origem, de orientação religiosa e sexual, entre outros.

Ao mesmo tempo que reconhece os valores da tradição, a escola deve promover uma educação antirracista, antissexista, anti-LGBTfóbica, etc. Somente pela experiência intercultural estaremos abertos(as) a novos conhecimentos.

Somente pela experiência multicultural estaremos abertos(as) a novos conhecimentos.

Indicação de leituras:

BRASIL. Lei nº. 11.645, de 10 de março de 2008. Altera a Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”, e dá outras providências. Diário Oficial da União, 25 março. 2008. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm.

GOMES, Nilma Lino (Coord.). Práticas pedagógicas de trabalho com relações étnico-raciais na escola na perspectiva da Lei nº. 10.639/03. Brasília: MEC/UNESCO, 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/praticas_pedagogicas.

GOMES, Nilma Lino. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações raciais no Brasil: uma breve discussão. In: HENRIQUES, Ricardo. (Org.). Educação antirracista: caminhos abertos pela Lei Federal n. 10.639/03. Brasília: Ministério da Educação; Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 39-61. Disponível em: https://www.geledes.org.br/alguns-termos-e-conceitos-presentes-no-debate-sobre-relacoes-raciais-no-brasil-uma-breve-discussao/

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. Homofobia: limites e possibilidades de um conceito em meio a disputas. Bagoas-Estudos gays: gêneros e sexualidades, v. 1, n. 01, 2007. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/bagoas/article/view/2256 

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, Gênero, sexualidade e educação: das afinidades políticas às tensões teórico-metodológicas. Educ. rev., Belo Horizonte, n. 46, p.201-218, Dec. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982007000200008&script=sci_arttext&tlng=pt 

SILVA, Natalino Neves da. A diversidade cultural como princípio educativo. Revista Paidéia, Universidade FUMEC, Belo Horizonte Ano 8, n. 11, p. 13-29 jul./dez. 2011. Disponível em: http://www.fumec.br/revistas/paideia/article/view/1307/0 

Lives e Debates:

Tema: Racismo é crime. A ex-ministra das Mulheres, Direitos Humanos e Igualdade Racial, Nilma Lino Gomes discute sobre a importância de combater o racismo em nossa sociedade.

Tema: Identidade de Gênero. No Programa Dois Pontos da UFMG a diversidade sexual é debatida pela pesquisadora do Núcleo de direitos humanos e cidadania LGBT da UFMG Rafaela Vasconcelos, e também pelo professor da Faculdade de educação da Universidade Paulo Nogueira.

Tema: Diversidade na escola. O Programa Extraclasse aborda o respeito e as diversidades no âmbito escolar.  
https://www.youtube.com/watch?v=jgHlifeH2t4