1. Todas as crianças, adolescentes e jovens na escola

1 - Todas as crianças, adolescentes e jovens na escola

Precisamos assegurar a matrícula e a permanência de todas as crianças, adolescentes e jovens de 4 a 17 anos na escola e também para bebês e crianças de até 3 anos de famílias que optarem por este atendimento).

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.

“A Educação Básica Brasileira é formada por diferentes etapas e modalidades e a Educação de Jovens e Adultos (EJA), mesmo compondo esse quadro na categoria modalidade, é vista por muito sujeitos, inclusive dentro do campo educacional, como uma nova “chance” ou “oportunidade”, e denominada reiteradamente como “ensino irregular”, em oposição à expressão ensino regular, utilizada frequentemente para referirem-se à escolarização ofertada para crianças e adolescentes.”  Neste artigo você encontrará explicações sobre o EJA. 

No   portal Pensar a educação há uma seção chamada  EJA em pauta, com outras boas leituras. 

Este Caderno trata das diversidades presentes na EJA e de seus sujeito e propõe  estratégias educativas que possibilitem a construção de um ambiente em que o(a) diferente não seja inferiorizado(a), não seja tratado(a) como perigoso(a), não seja tratado(a) como subalterno(a) e, que, portanto, não tenha seus direitos negados.

Conjunto de textos do I Encontro Mineiro sobre Educação de Jovens, Adultos e Idosos

Assista no Papo Educação


http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm